Como escrever bem escutando música

Você já tem um tema, fez a escaleta com tudo que vai acontecer na trama e até já está conhecendo melhor seu personagem, mas nem por isso se sente preparado pra começar a escrever. Ou continuar. Ou reescrever. Isso é normal afinal, escrever bem envolve vários fatores que nem sempre são técnicos. A velha e boa inspiração é um problema bem comum que destrói 83% dos projetos muito antes deles começarem. Pelo menos os meus. Por isso é importante a gente se armar de técnicas pra deixar a inspiração fluir.

Quer saber como escrever bem escutando música? Continue lendo:

Há um tempo montei uma playlist de músicas de fossa. Músicas bem tristes que beiram (e muitas vezes ultrapassam) o cafona. Música de gente torturada, sofrida, doída. Uso essa playlist pra escrever. No começo só usava pra escrever o roteiro de longa, que é um drama. Mas esses dias me peguei ouvindo ela pra escrever comédia também. E funciona. Entendi que não ouço essa playlist pra ficar triste e sim pra ficar vulnerável. Baixar os filtros. Traçar um mapa pra onde dói. Olhar para aquela verdade escondida. Mesmo pra fazer rir.

Muita gente que escreve diz que quando está triste fica mais criativa.  E fica com medo de um dia estar plenamente feliz e não ter mais o que escrever. Mas eu acho que não tem a ver com tristeza. A tristeza é só um gatilho que te faz acordar para as suas sensações, ficar mais consciente do que acontece por dentro. O lance é encontrar o gatilho, usá-lo, guardar na sua caixinha imaginária, e voltar pra sua vida.

Outro dia o professor me perguntou o que eu queria com o roteiro que eu estava escrevendo. Eu falei que eu quero que as pessoas chorem (sou bem legal, né?) Mas ele tava perguntando se eu queria vender, se eu queria dirigir, se eu queria só mandar pra concursos. Aaaaah tá. Eu quero usar meu roteiro pra mandar pra concursos e fellowships e quero também que as pessoas chorem.

Quero que elas sintam que tem alguma verdade ali, algo da experiência humana comum a todos, e que isso emocione e proporcione uma catarse em forma de lágrimas. Aquele choro que tem um sorriso embaixo, sorriso de quem acabou de entender alguma verdade. É pedir muito?

Foto: Wendy

3 thoughts on “Como escrever bem escutando música

  1. Camus says:

    Suas postagens reapareceram no meu feed e me peguei lendo as coisas mais velhas, caindo aqui.

    Tem esse cara (músico, desses que fazem muita música triste) falando do mesmo assunto e gostei de como cês se complementam, então achei de bom tom deixar o link porque vai que a alguém interesse:

    (De resto, só pra constar: sempre bom te ler.)

  2. Camus says:

    Estou meio surpresa que cê acabou indo ver minhas tralhas e bem feliz que cê tenha gostado, afinal. 🙂

    A gente não se conhece não. Acho que alguém que eu conheço repostou ou curtiu alguma postagem sua no facebook faz uns tempos e acabei lendo um monte de textos seus numa sentada só, haha. Agora sempre que lembro dou uma passada por aqui.

Deixe uma resposta para andrea yagui Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: